Portuguese English

Plástica após a Bariátrica

      Após fazer uma cirurgia bariátrica o paciente pode perder até 80 quilos, mas claro que emagrecer tanto traz algumas complicações, a principal delas sendo a flacidez da pele. Normalmente as regiões das mamas, nádegas, pernas, virilha, braços e barriga ficam flácidas, porém é recomendado esperar até a estabilização do peso, que deve ocorrer um ano após a redução do estômago, para realizar a plástica.
     O acompanhamento de um nutricionista e um psicólogo é importante, pois a obesidade causa sérios problemas de socialização e de autoestima, e a alimentação deve ser controlada e suprir todas as necessidades nutricionais do corpo. Além de, claro, um acompanhamento médico, pois o procedimento é de grande porte e caso não tome cuidado pode acarretar problemas sérios de saúde.
     Após uma perda significativa de peso como essa, os tecidos perdem a elasticidade e sustentação. Segundo o doutor Alderson Luiz Pacheco, cirurgião plástico da Clínica Michelangelo, atuante em Curitiba, o recomendado seria um lifting de coxas, uma abdominoplastia, lifting de braços e reposicionamento mamário.
     O médico afirma que é muito difícil, a partir de cirurgias plásticas ter uma aparência natural, igual à que o paciente tinha antes, afinal após a obesidade o corpo não voltará ao normal. Entretanto, há, sim, a possibilidade de conseguir um corpo harmonioso e que aumente a autoestima da pessoa. As duas cirurgias, tanto a bariátrica quanto a plástica, exigem muito cuidado e determinação, então essa decisão deve ser tomada pelo próprio cliente e ele deve ter muita certeza de que está disposto a se submeter a isso.

Mais informações em : http://www.alplastica.com.br/p%C3%B3s-bari%C3%A1trica.html

Matéria publicada em:
http://www.vitrinecapital.com/noticias/emagrecer-da-trabalho

Atendimento Online

Michelangelo Clínica

Dr. Pacheco